Sexta-feira, 27 de Novembro de 2009

Folha30-d

 

que terras não faltavam à nobre e rica viúva com quem casou. Mas daí a dizer-se que nasceu ou viveu aqui na sua adolescência é demasiado...Nem a D.Leonor de Alvim aqui vivia! Aquilo era gente grande que vivia na Corte, e só às temporadas apareciam nestas terras pobres. Na corte, onde foram criados se conheceram e por lá se casaram. E só depois disso é que  o beato Nuno andou por aqui alguns tempos a treinar-se a trás dos ursos...para de seguida poder correr a trás dos castelhanos.

            O Padre Rebelo é uma enciclopédia e por minha vontade ainda lá estava agora a ouvi-lo. Mas o estava a fazer-se tarde e a chuva não parava de cair. Cortei-lhe a palavra:

           - Senhor Padre, vim aqui aprender muito, porém gostava que me informasse se vale a pena ou não subir até para além do cemitério afim de ver in loco a tal  "casa" e  o "picadeiro", que me diz? 

         - Donde são os senhores, que é para eu melhor poder responder?

         - Eu,  e este jovem, seminarista, somos de Vilar de Ferreiros; a minha mulher, de Leiria, a minha filha de lisboa. Mas vamos para Vilar de Ferreiros.

         - Pois, bem. Então o conselho lhe dou é que não demore, porque está a enoutecer  e tem ainda muito que andar. E leve a certeza que mesmo depois de morto, esteve aqui... o Beato Nuno! Olhe para essa placa cravada na  parede da igreja, assinalando a visita das relíquias dele a Pedraça. Já fui eu quem a mandei colocar. Esta gente não presta para nada, em toda a região não existe nenhum monomento que honre dignemente D.Nuno Alvares Pereira, em terras de Basto.

          Despedi-me do douto interlocutor com esta promessa feita a mim mesmo: Quando chegar a Lisboa hei-de ir às ruínas do convento de Santa Maria do Carmo confiar ao Beato Frei Nuno as impressões deste passeio à região donde ele se encontrava quando um dia partindo para o "trintário" de D. Fernando só voltaria de novo já envolvido na  "crise de 1383-1385" afim de com o Mestre de Avis submeter as praças reveldes de Entre Douro e Minho.

          Entretanto deixo aqui assegurado, que passando para os lados da Sertã hei-de ir a Bonjardim ver se descobro os Paços onde nasceu o Condestável e se fico mmais  contente do que fiquei com a deslocação a terras de D.Leonor de Alvim

CP

========================

Alusivo à Linha do Tâmega, CF

          - QUE BICHO É ESTE, QUE EM BASTOJÁ NINGUÉM CONHECE?

          - PERGUNTEM AOS AUTARCAS DA REGIÃO>

-------------------------------------------

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 00:00
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

16
17
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Folha Informativa do GFRV

. Folh-33d

. Folha -33b

. Folha-33c

. Folha-33

. Folha-32b

. Folha-32

. Folha-32c

. Folha-32d

. Folha-31b

.arquivos

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Festa do Folar

. rio Cabril- 8

. paula-travelho

. Boletim ou Folha - 1

. Bodas de Prata duma Prela...

. O valor a quem o tem !

. Razões para uma escolha

. Os manos

. BTT- Fisgas de Ermelo - S...

. Coisas que não esquecem

blogs SAPO

.subscrever feeds