Sábado, 28 de Março de 2009

Folha 22-c

MATRUS

          Trata-se de uma erva anual da familia das crucíferas, tribo das sinápeas , subtribo das lipidiinas não amplixicaules. segundo os especialistas em Botânica, esta planta medicinal que contem propriedades contra os vermes do intestino é originária do Irão, donde irradiou por toda a Asia antes de conquistar a Europa, na antiguidade. Suplantado nos mercados pelo agrão, também chamado agrião-de-água, o matrus merecia no entanto ser mais apreciado e conhecido , uma vez ter sido muito utilizado pelos Gregos   e Rommanos, que apreciavam iguarias condimentadas e seladas picantes, gozando da mesma forma de justa fama entre nós ao longo da Idade Média.

          Não obstante a rapidez com que se desenvolve e adapta a todo o tipo de solos e quase todos os climas lhe serem favoráveis, o matrus da nossa freguesia está praticamente extinto e os mais jovens já não identificam a  planta sem ajuda dos mais velhos. Sem ser cultivada,  em Portugal esta erva surge às vezes subspontânea, dando disso bom testemunho toda a nossa terra, ao fornecer, na década de 40, carregamentos sem conta desta planta medicinal para a industria farmeceutica(?) .

          Passaram-se mais de quarenta anos sem que o matrus  voltasse a ser citado ou viisto pelos meus olhos, mas o seu travo caracteristico e odor penetrante que lhe experimentamos em criança encontrou eco no espaço da nossa já cansada memória para hoje nos merecer esta homenagem ao "chá das bichas", dado o reencontro que, em Agosto passado, tivemos com a planta ao identificá-la no quintal do Sr.Manuel Lopes, de Vilarinho.

          Embora conhecida entre nós pelo nome de Matrus, os dicionaristas apenas a designam por mastruço, dai a nossa dúvida quanto à forma mais corretca de escrever. Que em Botânica é um Lepidium  salvivum Lin., parece não haver contestação; e isso é quanto basta para provar a sua existência e depois que como dantes o volte a ver em ambundância na freguesia de São Pedro de Vilar de Ferreiros.

Costa Pereira.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Água mole , em pedra dura....

          Talvez não seja esta a melhor ocasião para falar deste assunto, mas se não fosse agora só lá p'ro Verão...Vamos à questão, e sem demora: SDem pretendermos ferir a cosciência de ninguém, dita responsável, achamos oportuno recordar mmais uma vez que a questão do abasticimento de água nos lugares de Vilar, Vilarinho e Campos continua a ser péssimo e obediente às leis leoninas...Senão vejamos: a Junta entendeu por bem fornecer graciosamente o precioso líquido a quem achou favorável introduzi-lo,  canalizando, em suas casas; ao mesmo tempo que colocou fontenários e lavadouros aqui e além para  servir as respectivas populações.

          Tudo muito bem e certo. Só que nestas coisas é bom estar um pouco fora delas, para ver melhor...De Verão a água é sempre pouca para quem tem os seus canchos , e se não houver "legislação" local ... jamais a freguesia vai conseguir cozer as couves ou matar a sede nos fontanários ! - Que fazer, então? - Pensar de imediato em colocar contadores em todas as habitações e fiscalizar as torneiras públicas. Depois se as penalizações surgirem que revertam a favor de toda a comunidade local.

in O Povo de Basto, 16/10/1987."

publicado por aquimetem, Falar disto e daquilo às 00:00
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

16
17
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Folha Informativa do GFRV

. Folh-33d

. Folha -33b

. Folha-33c

. Folha-33

. Folha-32b

. Folha-32

. Folha-32c

. Folha-32d

. Folha-31b

.arquivos

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Festa do Folar

. rio Cabril- 8

. paula-travelho

. Boletim ou Folha - 1

. Bodas de Prata duma Prela...

. O valor a quem o tem !

. Razões para uma escolha

. Os manos

. BTT- Fisgas de Ermelo - S...

. Coisas que não esquecem

blogs SAPO

.subscrever feeds