Quinta-feira, 25 de Junho de 2009

Folha 24-c

que aparece a dar, nos mesmos moldes que  "deu" a Mondim, foral velho às Ferrarias. Valha-nos Nossa Senhora da Piedade que no seu miradouro, atalaia do Tâmega e foz do mondinense Cabril, bem tem que nos perdoar por lhE rompermos o nome ...com certos historiadores que nascem ou passam pelas margens do Barrio...

          Com foral ou sem foral o certo é que Mondim foi quinhão de monarcas e príncipes, tendo também servido de aval e resgate da classe  feudal posterior  a D.Dinis . A confirmar este juízo nosso está o saber-se que o rei lavrador doou a terra a um um seu filho bastardo, o conde D.Pedro , que por sua vez fez dela concessão ao arcebispo    de Braga até que fosse saldada uma divida contraída pelo conde para com o prelado e satisfeita a liquidação da dívida passar a terra e seus foros à posse de D. Teresa Anes  " de Toledo" , hospeda de D. Pedro nos paços de Lalim, segundo documento testamentário de 1350.

          Deve por isso ser procurada nesta envolvente histórica de Mondim a razão  pela qual não aparece a terra com o determinativo de Basto. Quem bem averiguar há-de por certo concluir que Mondim e as Ferrarias de principio nunca foram  terras dos condes de Basto, mas sim da fidalguia de de Toledo....

          Atentos à marcha constante do tempo, os mondinenses souberam sempre aproveitar as ocasiões favoráveis ao seu desenvolvimento económico e ate cultural. Lembramos como beneficiando da união com o prestígio das antigas Ferrarias se lança na exploração das águas que precisava para regar as suas terras e fazer mover as mós dos seus moinhos de Pisqueiredo, indo captar o precioso líquido desde a Ribeira Velha ao Cabril (Mestas). Mas também na piedade cristã, São Cristóvão  de Mondim rivalizou com São Pedro de Vilar de Ferreiros, dando à maioria das aldeias que constituem a freguesia sede do concelho capela aberta ao culto. Dai, surgir  Carrazedo, consagrado a Nossa Senhora da Conceição; a parte de Campos, a São Gonçalo; Pedra Vedra , a São Bartolumeu; Vilar de Viando, a Santa Lusia; Senhor da Ponte, com capela da referida invocação, e muitas outras capelinhas que confiadas a cada um dos seus patronos recordam São João Baptista, São Sebastião    e Senhora da Piedade a um povo apostado em alargar à sombra de São Cristóvão os limittados horizontes de um largo da capela do Senhor.

          Servida pela EN.312 e EN.304, a vila e freguesia de Mondim de Basto é hoje uma das mais formosas e modernas povoações do interiror, primando pelo enquadramento do seu potencial histórico-cultural dentro deste rasgar avenidas e levantar de construções de fino gosto. a propósito recordamos a protecção urbanistica feita em toda a faixa que dos antigos Paços do Concelho ou cadeia municipal

Continua

publicado por aquimetem às 00:00
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

16
17
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Folha Informativa do GFRV

. Folh-33d

. Folha -33b

. Folha-33c

. Folha-33

. Folha-32b

. Folha-32

. Folha-32c

. Folha-32d

. Folha-31b

.arquivos

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. paula-travelho

. Boletim ou Folha - 1

. Bodas de Prata duma Prela...

. O valor a quem o tem !

. Razões para uma escolha

. Os manos

. BTT- Fisgas de Ermelo - S...

. Coisas que não esquecem

. Errar é próprio do homem

. Laranjeiras

blogs SAPO

.subscrever feeds