Sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008

da folha-3b

          A associação tem por objectivo defender e divulgar a música e cantares tradicionais da região, bem como outras manifestações  culturais de índole popular, que a defesa do património artístico do País exige, propondo-se promover reuniões regulares, conferências, exibições públicas de danças e cantares, edição de revistas e outras publicações sobre folclore, etnografia, coreografia e corografia da região de Basto, ou ainda proceder a gravações de trabalhos seus, procurando para além disso manter relações com outras associações afins, sendo a sua duração por tempo indeterminado.  

          Para ser sócio do Grupo Folclórico e Recreativo de Vilarinho é necessário ter 18 anos de idade ou, no caso de idade inferior, obter o consentimento dos país ou encarregados de educação, identificar-se com os objectivos anunciados nos artigos 2º e 3º do capítulo 1º dos estatutos, ser proposto por um sócio e não ter havido nenhuma moção contra nos 15 dias imediatos à inscrição, que ficará exposta na sede, por parte de alguns associados que a direcção ache oportuno tomar em consideração. Todos os sócios têm direitos e deveres iguais, nomeadamente o de votar e ser eleito em assembleia  geral e o de desfrutar dos bens do Grupo.

          A qualidade de sócio perde-se pelos seguintes motivos: por petição própria e no momento que deseje e por decisão da maioria de dois terços da assembleia geral, mediante proposta da direcção ou  por iniciativa da própria assembleia geral , quando se verifique que o sócio, pela sua conduta, palavras ou escritos, ofenda ou prejudique os outros membros ou os princípios , fins ou reputação da associação.

          Está conforme.

          7º Cartório Notarial de Lisboa, 14 de Novembro de 1979 - A Ajudante, Cidália Inácio Duarte Palma"   

*******************

          E encerramos este breve esboço sobre o aniversário do GFRV , com os versos que o poeta celoricense José Lopes consagrou à nossa associação, em 10 de Agosto de 1980:

          " Vilarinho é um jardim

           de variadas flores

          onde viceja o jasmim

          e predominam amores

                    Teu Grupo Recreativo

                    em folclore ele é rico

                    nas modas e nos cantares

                    e também nos bailaricos

          Tens um passado brilhante

          que se destaca entre os mais

          de ti dimana a magia

          que dá vida aos teus anais

                    Reviva em vós o passado

                    eternize-se o presente

                    Vilarinho - boa terra

                    seja a luz de toda a gente !"

          Da minha  parte as felicitações amigas do associado

                                                                                                       Costa Pereira

 

   continua

publicado por aquimetem às 10:00
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2008

Folha-3

          Até aqui a folha não passou além de um A4, e mesmo assim nem sempre preenchida totalmente, quer no 1º, quer no  2º número. Graças a mais uma prova de generosidade acrescida, por parte de quem nos  fotocopiava  o trabalho, o nº 3 do boletim, correspondente a Dezembro/980,  é o primeiro a sair em A3. Do seu conteúdo vamos fazer a transcrição que vale a pena ler na íntegra:

<Editorial

          Dado a exiguidade das instalações escolares de Vilarinho, foi-nos solicitado pelas entidades Camarárias do concelho, através do pelouro da Educação, facilidades para  funcionar na nossa sede durante o ano lectivo de 1980/81, o ensino das classicas 1ª e 2ª classe do Ensino Primário; o que nós, depois de ponderar devidamente sobre tão delicado problema, resolvemos dar o nosso inteiro acordo, pensando com a nossa atitude beneficiiar as famílias e as crianças em idade escolar dos lugares de Bezerral, Fundo de Vila e Bairro de Baixo. 

           Sem prejuizo das normais actividadesdo GFRV, as instalações provisórias da sede da nossa Associação estão a prestar, desde Outubro pp, para além dos fins a que se destinam inicialmente, um valioso serviço público e nacional à freguesia de São Pedro de Vilar de Ferreiros: funcionando como templo cultural e formativo dos homens de amanhã!

          " A choupana onde se ri vale mais do que o palácio  onde se chora"

M.M.Borges Lopes

*******************************

O NOSSO ANIVERSÁRIO

          No passado dia 31 de Outubro a nossa Colectividade completou um ano de vida, tendo por isso recebido inumeras felicitações pelo acontecimento, que lhe foram dirigiddas dos mais diversos pontos do País pelas também mais variadas personalidades.

          A seu tempo procedeu-se ao envio dos respectivos agradecimentos a todos quantos se associaram a tão festiva efeméride, reforçando aqui o nosso bem haja a esses dilectos Amigos.

*************

          A titulo informativo e documental vamos transcrever na integra o que acerca do aparecimento do GFRV, publicoou a III Série do Diário da República, de 22 de Dezembro de 1979: " Grupo Folclórico e Recreativo de Vilarinho: Certifico que, por escritura de 31 de Outubro de 1979, exarada na fl 19  vº a fl 23 vº, do respectivo livro de notas nº 66-D do 7º Cartório Notarial de Lisboa, a cargo da notária licenciada Olinda Pinto Capelo Ramos, foi constituida uma associação com a denominação de Grupo Folclórico e Recreativo de Vilarinho, com sede provisória no lugar de Vilarinho, freguesia de São Pedro de Vilar de Ferreiros, concelho de Mondim de Basto, distrito de Vila Real (Trás-os-Montes), sem fins lucrativois.  

continua

publicado por aquimetem às 23:22
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2008

da folha nº 2

************************************

Jornada Cultural

          Como foi anunciado no 1º nº da nossa "folha informativa" de Junho passado, teve lugar nesta freguesia uma jornada cultural organizada pela nossa associação e que movimentou todas as secções recreativas do GFRV : rancho, zés p'reiras e teatro; para além da colaboração recebida do Grupo Coral de Nossa  Senhora da Graça de São Pedro de Vilar de Ferreiros que muito ajudou a colorir aquele festivo dia 10 de Agosto do ano corrente.

          Eram precisamente 09h30 quando uma ccaravana automóvel saída de Vilarinho se dirigiu com vários visitantes ao Castro dos Palhaços e Mina dos Mouros, acabando a sua peregrinação por volta das 13h00 no Monte Farinha, onde também ali não faltou a colaboração dos experimentados "cicerones" Serafim Costa e do ti José da Fonte.

          Seguiu-se, por volta das 14h15, a recepção aos convidados, parte que esteve a cargo  do presidente da nossa colectividdade e do sócio fundador Sr. José Borges Lopes que não tardariam a receber, entre outros, o Exmo. Presidente da Edilidade Mondinense e todos os seus colaboradores eleitos; o Sr. Padre Guedes, abade da freguesia; eng. Pinto e Cruz, responsável pelo perímetro florestal do concelho; Vitorino Minhoto, presidente da Junta  da Junta de freguesia, e os representantes das várias colectividades congéneres da nossa associação.

          Às 15h30, o nosso consócio e dedicado amigo Sr. José Augusto da Costa Pereira deu início à sua importante conferência, intitulada "A Região de Basto e as Ferrarias entre Tâmega e Douro" que durou cerca de 60 minutos.

          Terminado este ponto alto da festividade cultural e recreativa , o Sr. Presidente da Câmara procedeu ao  descerramento de um bonito quadro com o embllema da nossa associação, oferta do regionalista José Francisco Borges Lopes. Seguiu-se depois um lauto beberete servido em casa do nosso ilustre associado senhor Manuel Gaspar (Manuel Lopes) que foi animado pelo grupo de "Zés P'reiras".    

          Tivemos em seguida a actuação do Grupo Coral, duma peça de teatro, do rancho folclórico, e finalmente a projecção de um filme-documentário sobre o Monte Farinha cuja orientação esteve a cargo do nosso amigo Sr. Nelson Palmeira.    

          Foi uma jornada feliz e muito inteligente no contexto em que surgiu inserida. Parabéns aos promotores e apoiantes.   

*********************************

Noticiário 

           No passado dia 15 de Agosto, o nosso Rancho deslocou-se à aldeia de Vila Chã, onde se exibiu com geral agrado.

          De forma idêntica, no dia 17 do mesmo mês, tinha actuado em  Ponte de Ôlo.

          No corrente mês, como já era de esperar, temos assegurada a participação do rancho e do grupo de zés p'reiras na festa de Vilarinho.

          O nosso sócio fundador José F. Borges Lopes veio enriquecer o nosso património com a oferta do emblema do GFRV; do mesmo modo, o nosso redactor e também sócio fundador J.A. da Costa Pereira, ofereceu um exemplar da sua conferência  para os  arquivos da Colectividade.  

          Temos contactado diversas Entidades individuais e colectivas, a quem nos não cansamos de pedir e mostrar as nossas fraquezas....

           "Quem espera por sapatos de  defunto, toda a vida anda descalço" >

publicado por aquimetem às 20:21
link do post | comentar | favorito
|

Boletim ou Folha -2

          Um dos objectivos do boletim foi também o de dar oportunidade aos associados de se poderem fazer ouvir e culturalmente expressaram no que respeita a conhecimentos históricos e etnográficos de interesse local. Pouco, mas algum resultado deu. E a "folha número 2", correspondente a Setembro de 1980, dá indicação disso mesmo, como vamos ver:  

<Editorial

          Caros Consócios: no passado dia 10 de Agosto teve lugar nas instalações provisórias da nossa sede, uma manifestação cultural que chamou a si as atenções gerais da freguesia e do concelho também. A Imprensa escrita e falada ocupou-se do acontecimento tecendo-lhe os mais rasgados elogios, facto que só por si nos alegra e satisfaz.

          A quantos contribuiram para que tal jornada constituisse o êxito que constituiu, desejo, na minha modesta e despretenciosa qualidade de presidente da Direcção do GFRV, registar aqui os meus agradecimentos a todos os associados que comigo colaboraram nesta proveitosa manifestação cultural que os estatutos da nossa associação exigem de nós e de vós ppara que se cumpra.  

          Quem não quer ser lobo, não lhe vesta a pele... - (Manuel Mário Borges Lopes). 

*************************

Premurado

                                                                          Por: José F. Borges Lopes.

          Outeiro situado no lugar de Vilarinho, próximo do povoado de Bezerral, surge-nos no cenário local como padrão histórico, assinalando o remotismo desta característica aldeia alcandorada na meia encosta da cordilheira da serra da Senhora da Graça: é o alto do "Premurado". É este Premurado, pobre e esquecido, que somente as cristalinas águas do Ribeiro ou Ribeira Velha com simpatia saúdam do seu verdejante vale, um dos raros marcos histórios que ainda hoje fala ao povo de Vilarinho de seu milinário passado.

          Quem passa pela base do pequeno outeiro a caminho do Estor da Lage ou de Rebencegadas nem necessita de subir ao cimo do monte para ver que estamos em face de um monte fortificado, onde povos muito antigos viveram, lutaram e graças à sua persistência nasceu Vilarinho. Se o fizermos melhor será, pois lá encontraremos para além do muramento típico das construções castrejas, artefactos como mós, as tradicionais covinhas e até a origem do topónimo.

          Conterrâneos, quis neste curto espaço evocar-vos a imagem geográfica dum pedaço de terra que me toca a alma e que desejava ver por vós venerada e cada pedra respeitada como túmulo sagrado de recordações. "Em honra do passado, respeitai o presente. O futuro vos agradecerá".          

 

publicado por aquimetem às 14:58
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008

Boletim ou Folha - 1

          Um pouco de história à volta do Grupo Folclórico e Recreativo de Vilarinho GFRV ) que por minha iniciativa e o apoio de mais quatro conterrâneos foi oficializado, num cartório de  Lisboa, a 31 de Outubro de 1979. Uma vez oficializado agora era necessário dar-lhe projecção, e para isso nada como dotá-lo com um Boletim Informativo que por modesto que fosse seria sempre importante como porta-voz duma associação em embrião. Foi o que aconteceu. Em Junho de 1980, com o Manuel Mário Borges Lopes, como Director, e na Redacção, o J.A. Costa Pereira, surge o 1º número da Folha cujo conteúdo passo a transcrever:   

<Editorial

          Rude na forma, pobre no aspecto, o 1º número do Boletim Informativo do Grupo Folclórico e Recreativo de Vilarinho sai à luz do dia para levar uma mensagem de amizade a todos os leitores, associados ou simples amigos da jovem Colectividade nascida em 31/10/979.   

          Fruto de um são e puro regionalismo, a oficialização do  GFRV surgiu de uma conversa entre mim e o saudoso bairrista José Queirós aquando da sua vinda ao Casino Estoril, em 1978, integrado no então ainda desorganizado rancho de Vilarinho. Trocamos impressões, ouviram-se os mais directos interessados e o agrupamento folclórico que em 1962 se havia organizado em São Pedro de Vilar de Ferreiros, ou mais propriamente dito no lugar de Vilarinho, desta freguesia, apareceu. Agora legalizado e transformado no Grupo Folclórico e Recreativo de Vilarinho. O bairrismo faz destes milagres.   

          Com a fundação desta associação regional ficou mais rica a terra e a região de Basto que tem agora uma colectividade estatutariamente empenhada na defesa da Cultura Popullar de entre Lameira e Velão, e muito especialmente no que nesse domínio diz respeito às antigas Ferrarias de entre Tâmega e Douro: a que pertencia a actual freguesia de São Pedro de Vilar de Ferreiros.   

Sem pressas, nem promessas, os responsáveis pelo GFRV arrancaram já com sua obra. Começasse assim! Visto dizer o ditado: "Quem vai com muita pressa, pode cair e partir a cabeça". - (José Augusto da Costa Pereira)  

****************************

Defesa do Património

          Integrada na Campanha Nacional de Defesa do Património Cultural do País, vai  levar-se a efeito no lugar de Vilarinho, freguesia de São Pedro de Vilar de Ferreiros, concelho de Mondim de Basto, uma jornada consagrada ao simbolico acontecimento que aqui será para além doutras realizações, marcado com uma conferência sobordinada ao tema: "A Região de Basto e as Ferrarias entre Tâmega e Douro", a cargo do sócio-fundador do GFRV , o nosso conterrâneo Sr. José Augusto da Costa Pereira , que para o efeito aqui  se desloca propositadamente, vindo de Lisboa, na tarde de domingo, dia 10 de Agosto próximo.

          Do programa desse dia podemos destacar: às 09h30, concentração junto à capela de Vilarinho, para uma visita aos lugares históricos da terra. Às 14h15, recepção aos convidados; às 15h50, início da Conferência. Às 17h00, projecção de um filme sobre a Senhora da Graça, e por fim exebição do Grupo Coral da freguesia, rancho e um representação teatral. Um dia festivo para vires gozar com teus familiares e amigos a Vilarnho, onde pelo menos há pão e vinho...  

***********************************

Noticiário

          No passado dia 25 de Abril tivemos cá a visita TV-Norte, que nos veio filmar o rancho, para ser exibido através dos écrans, na tarde de 27 de Maio último.

          O nosso grupo conta neste mommento com 67 associados, incluindo os 5 sócios-fundadores. 

          O Rancho tem já saídas marcadas para as seguintes terras: em Mondim e na Senhora da Graça, pelas festas da vila e romaria de São Tiago; em Vilar de Viando, pelas festas de Santa Luzia; pelo São Pedro , em Vilar de Ferreiros; e a 13 de Julho, em Vila Real. 

          Em 31/10/979 foi fundado o GFRV . Recorda, fazendo-te sócio!>

 

 

 

publicado por aquimetem às 15:20
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

16
17
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Folha Informativa do GFRV

. Folh-33d

. Folha -33b

. Folha-33c

. Folha-33

. Folha-32b

. Folha-32

. Folha-32c

. Folha-32d

. Folha-31b

.arquivos

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. paula-travelho

. Boletim ou Folha - 1

. Bodas de Prata duma Prela...

. O valor a quem o tem !

. Razões para uma escolha

. Os manos

. BTT- Fisgas de Ermelo - S...

. Coisas que não esquecem

. Errar é próprio do homem

. Laranjeiras

blogs SAPO

.subscrever feeds